• henriquefranke

2 anos de Alta Montanha

   Hoje, 2/jul, fazem exatos 2 anos que embarcava para uma nova experiência, mais uma envolvendo montanhismo. Há exatos dois anos embarcava para a Bolívia a fim de ter meu primeiro contato com alta montanha, através do Curso de Escalada em Gelo + Huyana Potosí, da Grade6. A ideia era apenas experimentar essa modalidade de montanhismo, inicialmente.... e em um mês estarei embarcando para lá novamente!!

Aprendendo a usar crampons - Curso de Escalada em Gelo - BOL/2015

    A experiência, como relatado nos posts subsequentes ao linkado acima, foi muito melhor do que esperado, realmente mexeu comigo, e como não poderia deixar de ser, me instigou a continuar a me envolver cada vez mais profundamente com o montanhismo. A dificuldade em expressar a forma que esta atividade me afeta desencadeou o início deste blog, que consequentemente acabou ganhando nome e "forma"! Outras atividades foram levadas à cabo: travessias, escaladas, abertura de vias em rocha, escaladas tradicionais, visitas a diferentes estados do Brasil para atividades relacionadas, e, por último, a escalada do Aconcágua.


Cume do Aconcágua - 6.962 msnm - jan/2017

    Voltei do Aconcágua decidido a fazer do montanhismo algo mais constante em minha vida, mas ainda não sabia como. Isto resolvi ainda na Argentina, em conversas informais com os guias, precisava pensar em uma montanha "de peso", e como não poderia deixar de ser, Everest veio à cabeça. Voltei de Mendoza/AR decidido a fazer isso acontecer, apenas ainda não sabia como.      De volta à rotina, não me adaptei, faltava alguma coisa, a rotina estava me massacrando, e em abril deste ano, depois de fazer muita conta, cheguei a um veredicto, estava colocando em funcionamento o projeto Everest2018, ia "raspar o tacho", mas dava pra ir. Liguei pro Carlos falando da minha decisão e pedindo pra participar da expedição da Grade6, pedido prontamente atendido.


Everest (foto retirada do google)

     Como não poderia deixar de ser, pela minha experiência em alta montanha ser ainda incipiente, estabelecemos um calendário de preparação: no mínimo deveria fazer uma travessia exigente no Brasil, a qual decidi suprir com a repetição, de maneira autônoma, a Serra Fina (realizada em jun/2017, e que contarei nos próximos posts) e fazer pelo menos mais uma montanha acima de 6.000 msnm (embarcando em 29/jul para repetir o Huyana Potosí e encarar o Sajama).


Sajama/BOL (foto do google)

     Estes projetos, somado à expedição no ano que vem, acabam sendo temporalmente exigentes, e de certa maneira incompatíveis com um emprego "regular", infelizmente. Somado as particularidades da minha posição profissional atual, decidi que era hora de tomar foco total neste projeto. Por isso, no fim deste mês, um pouco antes de embarcar para a Bolívia, estou empacotando minhas coisas, colocando no carro e tomando o rumo da minha base, a casa dos pais, a quem sempre serei grato pelo apoio que dão e por me dar essa segurança de ter um "lugar", mesmo muitas vezes discordando de algumas decisões. E será de lá que levarei a cabo todos projetos complementares à preparação ao Everest.

    Em breve postarei relatos da Serra Fina 2017, da expedição à Bolívia e mais planos e projetos da preparação!!!

0 visualização
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco
contatos

Henrique Scalco Franke 

+55 55 981374049 

henriquefranke@versuseumesmo.com