• henriquefranke

Travessia Serra Fina: Preparação

Como disse no post anterior, montei um planejamento de preparação para o projeto Aconcágua 2017, e dentre as atividades previstas está a Travessia Serra Fina.

   Depois de um pouco mais de um mês de treinamento chegou a data para a travessia, feriado de Corpus Christi. No início do mês já tinha alinhado com a Grade6, com quem iria. Uma travessia possível de se fazer em um grupo, sem uma empresa especializada, mas por ser minha primeira travessia, e por não me sentir confiante ainda em não ter uma orientação para preparação e para a trilha, decidi aderir ao pacote deles. A decisão mostrou-se acertada.

    Íamos em um grupo de 5, contando o guia local e a Aretha, guia da Grade6. Mas uma semana antes, conversando com a Cláudia, ela se convenceu a ir também, então nosso grupo ganhou mais uma integrante. E eu, um pouco mais de preocupação, rsrsrs. Sei que a Cláudia adora essas atividades, já fez caminhadas, camping, tudo, mas uma trilha tão pesada, ainda mais pela forma física "mirrada", além da asma, fiquei preocupado se não estaria exagerando, considerando que seria a primeira experiência dela com uma travessia, ou qualquer outro tipo de atividade física de aventura.

   Dia 25 de junho, madrugada, embarquei de Maceió/Al à Campinas/SP. Lá encontrei com Aretha, também com Lucas e Sartor's (pai e filho), também da Grade6. Trocamos muitas informações sobre projetos futuros, Aconcágua, experiência com escalada, equipamentos, etc. Também dei um pulo com Sartor (filho) na loja Bicho do Mato, comprar alguns equipamentos que estavam fazendo falta, tanto para o Aconcágua quanto para a travessia. Às 17h mais ou menos, com Aretha, buscamos Cláudia no aeroporto, chegando de Porto Alegre, e seguimos estrada para Passa Quatro/MG, onde dormiríamos, e encontraríamos os demais participantes, Rafael, Sabrina e Juliano, que seria nosso guia local, para na manhã seguinte iniciarmos mais um desafio.

"Reativando o diário.

   Tomada a decisão de subir o Aconcágua, iniciei minha preparação. Ao retornar da Alemanha voltei ao nutricionista, procurei um personal para me orientar e estabeleci que faria algumas trilhas ao longo do ano para ambientação às adversidades de montanha.

   Cá estou, no aeroporto de Viracopos, para encontrar o pessoal e fazer a Travessia Serra Fina neste feriado. Quatro dias, com tudo que precisamos nas costas. Vai ser pesado, mas realizador, certeza.

   Estou muito feliz que consegui convencer a Cláudia (não foi muito difícil na versade, rsrsrs) a ir comigo.

   A semana, assim como o final de semana, foi de preparação: definir cardápio, definir o que seria levado, definir o que ainda precisaria ser comprado, etc. Como toda véspera, desde sábado estava muito ansioso, mas agora já estou relaxado.

   Agora é só aproveitar o dia para visitar as lojas, comprar o que falta, esperar a Cláudia chegar, ir ao refúgio, montar as mochilas em definitivo.

   E amanhã a brincadeira começa." Aeroporto de Viracopos, Campinas/SP, 25 de maio de 2016.


Cume do Capim Amarelo, 1º da Cláudia!

Cume do Capim Amarelo, 1º da Cláudia!

0 visualização
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco
contatos

Henrique Scalco Franke 

+55 55 981374049 

henriquefranke@versuseumesmo.com