• henriquefranke

Huayna Potosí+Sajama: Dia 3

Atualizado: 30 de Jul de 2018

    Terceiro dia, todo grupo reunido no refúgio base. Mas como não fomos a montanha para ficarmos parados, pelas 10h saímos para mais uma caminhada de aclimatação, dessa vez a um local que ainda não conhecia, um dos lagos do sistema de represamentos para aproveitamento hidroelétrico que abastece La Paz, uma caminhada de aproximadamente 2h seguindo um aqueduto.


Início da caminhada, perdemos o Huayna de vista

    Como nos afastamos um pouco do Huayna Potosí, passamos a vê-lo, digamos assim, mais completo, e que vista que tivemos, contando ainda com um dia de céu sensacional! Quando chegamos à lagoa a paisagem só melhorou. Dado que é um lago de água de degelo, ele era cristalino, e o reflexo da montanha na água criou uma visão deslumbrante, faltou "filme" pra tanta foto, rsrsrs.

    No lago fizemos um lanche e ficamos por cerca de uma hora, retornando para o refúgio a seguir!


Parte do grupo atravessando uma "ponte" do aqueduto

    O restante do dia foi de descanso e preparação para os próximos dois dias, subida ao refúgio alto e ataque ao cume, respectivamente. Foi bom pois já estávamos mais enturmados, então rolaram bons papos, um especial com o Chico, que é chefe escoteiro, e me reacendeu a vontade de retornar ao movimento, projeto atualmente em andamento!!


Huayna Potosí, de longe

"Hoje dormi muito melhor, acordando menos e conseguindo voltar a dormir logo.

    Após o café da manhã fizemos uma caminhada até uma lagoa aqui próxima, cerca de 3h de caminhada ida e volta. Foi muito interessante, pois acabei conversando bastante com Oswaldo, e novamente me incentivou muito ao Everest, inclusive se colocando à disposição em ajudar. Essas coisas não tem como agradecer, dão um ânimo incrível.

    Ao retornar almoçamos e tivemos a tarde livre. Aproveitei para conversar com algumas pessoas que tinha conversado pouco, ler um pouco e aproveitar o dia do lado de fora, estava bonito e sem vento.


Reflexos!!

    Após a janta conversei bastante com o Chico, e voltou com força a ideia de voltar ao escotismo, até para dividir minhas experiências com esportes 'outdoor'.

    Hoje já me senti muito melhor e estou muito confiante quanto ao ataque ao cume, estou me sentindo forte, descansado e bem adaptado à altitude. Também é interessante ser a referência dos companheiros sobre dúvidas da montanha, por já tê-la subido uma vez.

    Amanhã subimos ao campo alto, para na madrugada atacar o cume.

    São 21:33h, estou indo dormir." Refúgio Base Huayna Potosí, Cordilheira Real/Bolívia, 2 de agosto de 2017



0 visualização
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco
contatos

Henrique Scalco Franke 

+55 55 981374049 

henriquefranke@versuseumesmo.com