• henriquefranke

Cordón del Plata: Dia 4

   Mais um dia de subida de acampamento, mesma rotina: acordar cedo, tomar café, desmontar acampamento, montar mochilas, e seguir destino! Dessa vez o objetivo era chegar ao acampamento Salto del Água, a 4.200 msnm, o qual provavelmente seria nosso último acampamento, de onde iríamos partir as tentativas de cume.


Início da subida, íngreme mas constante

Bastante nublado, mas vez ou outra éramos contemplados com paisagens assim

"Dia de subida ao acampamento Salto del Água. Saímos de Piedra Grande pelas 8:30h, novamente muito pesados, carregando tudo que tínhamos.

    A primeira parte, apesar de constantemente íngreme, foi tranquila, levamos 2h. As outras 2h porém, foram muito difíceis, caminho muito mais íngreme, teve vento quase o tempo inteiro, deixando muito frio, e pra finalizar chegamos ao 'Infernillo', cujo nome já explica o quanto difícil é.

  Mas chegamos, bem cansados, mas chegamos. Primeiro descansamos e comemos, depois montamos a parte interna da barraca, para nos 'escondermos' do Sol, e descansamos 1h, mais ou menos. Diferente dos outros dias, o tempo estava aberto, apenas com um pouco de vento.

    Ao princípio tive um pouco de dor de cabeça, mas hidratando passou, e o restante do dia foi muito bom.


No Iinfernillo, uma breve pausa para contemplar o Salto del Água

Bastante pesados, chegamos ao acampamento

    Agora já faz quase 1h que o sol se pôs atrás das montanhas, o que deixou tudo mais frio, mas a paisagem está linda, então me agasalhei e estou contemplando.

    Para mim, estes momentos valem todo o sofrimento, é uma paz indescritível. Vou esperar escurecer mais e depois me recolher. São 19:30h." Salto del Água, Cordón del Plata/AR, 27/jan/2018


Vista da região de Mendoza, com o Sol já posto atrás das montanhas

Acampamento montado, enquanto esfria mais, para nos recolhermos

    Analisando agora, quase um mês e meio depois, acho que este dia foi muito importante como treinamento para o Everest. Foi onde percebi a real diferença de estar em uma montanha por sua própria conta, e não em uma expedição, com carregadores e tudo mais. Tudo muito sofrido, mas o que só torna mais gratificante estar neste lugar!

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco
contatos

Henrique Scalco Franke 

+55 55 981374049 

henriquefranke@versuseumesmo.com