• henriquefranke

Aconcágua: Descida e Retorno à Mendoza

"Hoje fazem 3 dias voltamos da montanha. Não Escrevo desde que retornamos do cume! Os dois dias posteriores, que ainda estávamos na montanha, foi de muita euforia, mas também de muita contemplação.


Saindo do Campo de Cólera

    No primeiro dia desmontamos em Cólera (campo 3) e descemos até o campo base Plaza de Mulas, passando por Nido de Condores (campo 2 - Rota Normal) e avistando Berlin (campo 3 - antigo campo 3 da Rota Normal) e Plaza Canadá (campo 1 - Rota Normal). Até Nido de Condores foi uma descida tranquila, por trilhas bem marcadas. De Nido de Condores até Plaza de Mulas não... para desviar caminho seguimos a rota de descida dos 'porters', uma descida bem íngreme e técnica, com solo solto... porém, foi uma descida muito contemplativa, de onde avistávamos toda travessia que havíamos feito no dia anterior, assim como a canaleta e o cume! 


A caminho de Plaza de Mulas

Chegamos em Plaza de Mulas e comemoramos muito. Aí contávamos com a estrutura de uma empresa parceira, então dormimos em barracas dormitório, em camas de campanha, um tanto mais confortável!


Aconcágua ao fundo, onde havíamos estado!

   Também conversamos muito sobre o que tínhamos acabado de fazer, extasiados, enquanto contemplávamos a montanha, que nos banhou com tão belas condições de escalada.


Campo Plaza de Mulas!

    O dia seguinte, sábado, foi nosso último dia de montanha, em que deveríamos chegar até Horcones, entrada do parque provincial, uma jornada de praticamente 30km.


Uma "aconcagüena" pra relaxar, a 4.300 msnm

    Saímos por volta das 10:30h. Inicialmente um trecho de declive, um pouco técnico, até chegar a 'Playa Ancha', trecho longo, praticamente plano, em torno de 10km, sob sol escaldante. Enquanto cruzávamos esse trecho visualizávamos o lado da montanha que ainda não tínhamos visto, oeste/sudoeste. Isto até chegar ao acampamento de Confluencia, primeira parada para quem está entrando no parque por esse lado, última parada para nós. Aí descansamos e lanchamos. Último trecho foi de bastante declive, mas a imagem da montanha foi ficando cada vez mais incrível, e ela foi mostrando toda imponência do seu lado sul.


E o Aconcágua dá um show de cores no por do sol

    E assim chegamos ao final dessa aventura. Todos íntegros, saudáveis e realizados!     Paramos em Penitentes para pegar as mochilas marinheiras, que haviam descido com as mulas, aproveitamos para o primeiro brinde de comemoração, à base de muita cerveja! Chegamos em Mendoza tarde, alguns se recolheram, com outros fui comer algo e comemorar mais um pouco.


Abandonando o campo base, hora de voltar pra casa

    Domingo, após merecido descanso em uma cama e um belo banho de chuveiro (após 13 dias), fomos à 'comemoração oficial' na melhor especialidade mendocina, almoço e vinho em uma bodega local, onde ficamos por umas 8h... e depois continuamos em bar tradicional da cidade.


Vencida boa parte da "Playa Ancha"

Ainda tinha um tanto mais

    Segunda de ressaca, nos despedimos dos primeiros companheiros que se foram, e nostalgia se iniciava ainda comentando e tentando entender o que havíamos realizado.

Chegando no Acampamento de Confluencia

... (continua)" Parque San Martín/Mendoza, 24/jan/2017


Horcones, entrada (ou saída) do Parque Provincial Aconcágua, com Aconcágua ao fundo, depois de ter podido estar no seu cume!

0 visualização
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco
contatos

Henrique Scalco Franke 

+55 55 981374049 

henriquefranke@versuseumesmo.com